Pesquisadores

Coordenador: Andre Vitor Singer

Vice-Coordenador: Ruy Gomes Braga neto

Gestão: 2019/2021

 

 

PESQUISADORES DO CENEDIC 2013

André Vitor Singer

possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1980) e em Jornalismo pela Universidade de São Paulo (1986), mestrado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (1993), doutorado (1998) e livre-docência (2011) em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professor associado da Universidade de São Paulo. Tem experiência em Comportamento Eleitoral e Teoria Política Moderna. Foi secretário de Redação da Folha de S. Paulo (1987-88) e secretário de Imprensa (2005-2007) e Porta-voz da Presidência da República (2003-2007). (Texto informado pelo autor)


Ana Amélia da Silva

Ana Amélia da Silva concluiu seu bacharelado em Ciências Sociais, mestrado em Ciência Política e Doutorado em Sociologia, todos pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professora do departamento de Sociologia e do Programa de estudos Pós-Graduados em Ciências sociais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Foi professora convidada na Universidad de la republica del Uruguay em 2001 e 2002. É pesquisadora do NEAMP – Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política da PUC-SP; e pesquisadora-colaboradora do Cenedic – Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania da FFLCH-USP. Atua sobretudo na área da teoria sociológica contemporânea, teoria crítica, pensamento social brasileiro e sociologia política, com as linhas de pesquisa: Desigualdades, Classes Sociais e Conflitos; Cidades, Desigualdades e Movimentos Sociais; Cinema e Sociologia, Imagem, História e Memória; Arte, Política e Pensamento Social Crítico. (Texto informado pelo autor)


Ary Cesar Minella

Concluiu Pós-Doutorado no Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo (USP), com estágio na Universidad Autónoma de Barcelona (2006/2007), e Pós-Doutorado no Departamento de Ciência Política da Universidade de Campinas (UNICAMP, 1998); possui doutorado em Estudos Latino-americanos pela Universidad Nacional Autónoma de México (1986) e mestrado em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1979). É graduado em Filosofia. Atualmente é Professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina, coeditor da revista Política & Sociedade - Revista de Sociologia Política. Áreas de interesse: Sociologia Política e Sociologia Econômica, com ênfase em Classes Sociais, com atuação nos seguintes temas: organização corporativa e política do empresariado financeiro no Brasil e na América Latina, análise sociopolítica do sistema financeiro, grupos econômicos, redes financeiras e metodologia de análise de redes sociais. Coordena o Núcleo de Estudos Sociopolíticos do Sistema Financeiro (NESFI), pesquisador do CNPq. (Texto informado pelo autor )


Carlos Alberto Bello e Silva

Possui graduação em Economia pela Universidade de São Paulo (1983), mestrado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1991) e doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1999). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de São Paulo - Campus Guarulhos, e pesquisador do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania (Cenedic/USP). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia Política, atuando principalmente nos seguintes temas: hegemonia - teoria e história do Brasl, neoliberalismo, Estado e desenvolvimento, direitos de cidadania, orçamento público e política antitruste. (Texto informado pelo autor)


Cibele Saliba Rizek

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1972), mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1988) e doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1994). Atualmente é professor do Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo e pesquisadora do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania, também da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Outras Sociologias Específicas, atuando principalmente nos seguintes temas: cidades, reestruturação produtiva, habitação, espaço público e cidadania. (Texto informado pelo autor)


Cicero Romão Resende de Araujo

Possui graduação em Física pela Universidade Estadual de Campinas (1984), mestrado em Filosofia pela mesma Universidade (1989) doutorado em Filosofia (1994) e Livre-Docência (2004) pela Universidade de São Paulo. Na Ciência Política, suas pesquisas concentram-se na área de Teoria Política, em especial a teoria normativa: moralidade política, pensamento republicano clássico e contemporâneo, democracia, justiça e cosmopolitismo. Mais recentemente, tem feito investigações no campo da teoria da representação política, através da qual vem abrindo um diálogo com os estudos das instituições e da política brasileira. Ingressou como docente no DCP em 1996.

Francisco Maria Cavalcanti de Oliveira

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco(1956), especialização em Desenvolvimento Econômico pelo Banco do Nordeste do Brasil(1956), doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo(1992) e pós-doutorado pela Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales(1984). Atualmente é PROFESSOR TITULAR da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico. (Texto gerado automaticamente pela aplicação CVLattes)


Hugo Fanton Ribeiro da Silva

Possui pós-doutorando em Ciência Política na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), com pesquisa sobre relações entre movimentos sociais, empresariado e Estado. É doutor em Ciência Política pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (IFCH/Unicamp) e mestre em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP - 2011). Graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP - 2008), com realização de intercâmbio (2005-2006), por programa da Universidade de São Paulo, na universidade Johann Wolfgang Goethe-Universität Frankfurt am Main, Alemanha. Desenvolve pesquisas nas áreas: Movimentos Sociais; Políticas Públicas; Democracia; Comportamento político empresarial; Questão urbana; Participação Social; Políticas de saúde; Reforma Sanitária Brasileira; e Comunicação Social. Tem experiência profissional em radiojornalismo, jornalismo impresso, assessoria de comunicação, desenvolvimento e gestão de projetos, assessoria política e atividades de ensino, pesquisa e extensão. (Fonte: Currículo Lattes)

 

Isabel Pauline Hildegard Georges

Possui graduação (1994), mestrado (1995) e doutorado (2000) em Sociologia, na Universidade de Paris VIII Vincennes - St. Denis, França e Pós-doutorado com bolsa da FAPESP, no CEBRAP (2005). Ocupou a cátedra francesa (cátedra Lévi-Strauss) na USP-IAU - São Carlos (2011-2012) e na Unicamp (2017), e era pesquisadora visitante com bolsa FAPESP na USP-IAU (2018). Atualmente é pesquisadora do IRD (Institut de Recherche pour le Développement), Vice-coordenadora da UMR 201 Développement et Sociétés (IRD-IEDES-Paris I), docente credenciada permanente do PPGS e pesquisadora associada do departamento de Sociologia da Universidade federal de São Carlos (UFSCar-DS) e pesquisadora colaboradora da USP-FFLCH-Cenedic. Tem experiência na área da Sociologia, com ênfase em comparações internacionais, Sociologia do desenvolvimento e do trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: Novas configurações do trabalho, informalidade, relações de gênero, de classe e de raça, atividades de serviço, formas de mobilidade, formas de mobilização, gestão da pobreza e políticas públicas, governos humanitários e economias morais, no Brasil e na América latina. (Fonte: Currículo Lattes)

 

Isabel Maria Loureiro

Graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (1974), mestrado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1984) e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1992). Atualmente é professora colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Política da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Teoria Crítica, atuando principalmente nos seguintes temas: marxismo, social-democracia alemã, Rosa Luxemburgo, Herbert Marcuse, democracia e socialismo. (Texto informado pelo autor)


Laymert Garcia dos Santos

Possui graduação em Bacharel em Comunicação Social - (Jornalismo) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1969), mestrado em Sociologie des Sociétés Industrielles - École des Hautes Études en Sciences Sociales (1975) e doutorado em Sciences de l'Information - Universite de Paris VII - Universite Denis Diderot (1980). Atualmente é professor titular - depto de sociologia/ifch da Universidade Estadual de Campinas, conselheiro do CNPC do Ministério da Cultura e bolsa de pesquisa individual do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Foi Diretor da Fundaçâo Bienal de São Paulo, de outubro de 2009 a junho de 2010. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia da Tecnologia, e em Arte Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: biotecnologia, tecnologia, arte contemporânea, política e Brasil. Atualmente é Coordenador do Laboratório de Cultura e Tecnologia em Rede, Instituto Século 21, em São Paulo. (Texto informado pelo autor)


Luiz Dagobert de Aguirra Roncari

possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1971), mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (1981), doutorado em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo (1988), livre-docência pela Universidade de São Paulo (2002) e pós-doutorado na Università degli Studi di Roma "La Sapienza" (2008/2009). Atualmente, é Professor Titular da Área de Literatura Brasileira da FFLCH/USP (2007) e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, bolsista de Produtividade em Pesquisa 1 D. Entre outros livros, é autor de Literatura Brasileira: dos primeiros cronistas aos últimos românticos (2a. edição revisada e ampliada, São Paulo: Edusp, 2002); O Brasil de Rosa: o amor e o poder (1a. reedição revisada, São Paulo: Editora UNESP, 2004); e O Cão do Sertão (São Paulo: Editora UNESP, 2007). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: Guimarães Rosa, Machado de Assis, Literatura e História, Prosa Moderna Brasileira e Poesia brasileira. (Texto informado pelo autor)


Leonardo Gomes Mello e Silva

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal Fluminense (1983), mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (1989) e doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1997). Atualmente é docente da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia do Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: sindicalismo, reestruturação produtiva e qualificação do trabalho. (Texto informado pelo autor)


Leda Maria Paulani

Possui Doutorado em Teoria Econômica pelo Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo - IPE/USP (1992). Atualmente é professora titular do Departamento de Economia e da Pós-graduação em Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo - FEA/USP. É pesquisadora do CNPq e FAPESP e publica regularmente em periódicos nacionais e internacionais da área de economia e demais áreas das Ciências Humanas. Trabalha principalmente com Economia Política e Marxismo, Metodologia da Economia, História das Idéias Econômicas, Economia Brasileira e Contabilidade Social. De 2004 a 2008 foi presidente da Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP) (Texto informado pelo autor)


Luiz Renato Martins

Graduação em Jornalismo pela Universidade de São Paulo (1978), mestrado em Filosofia, área de Estética, pela Universidade de São Paulo (1992) e doutorado em Filosofia, área de Estética, pela Universidade de São Paulo (2000). Atualmente é professor em Regime de dedicação exclusiva em tempo integral do Departamento de Artes Visuais, Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, coordenador-científico do Centro de estudos DESFORMAS - Desmanche e Formação de Sistemas Simbólicos (USP).Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Estética e História da Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: arte e arquitetura modernas, cinema, revolução francesa, David, Manet, Cézanne, Van Gogh, revolução russa, construtivismo, montagem, teoria da formação, arte brasileira moderna e contemporânea. (Texto informado pelo autor)


Maria Celia Pinheiro Machado Paoli

possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Paraná (1967) , mestrado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1972) e doutorado em História Social pela University of London (1987) . Atualmente é PROFESSOR DOUTOR da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Sociologia , com ênfase em Outras Sociologias Específicas. Atuando principalmente nos seguintes temas: Trabalho e lei, Cidadania, Relacoes de Trabalho, Cidade. (Texto gerado automaticamente pela aplicação CVLattes)


Maria Elisa Cevasco

Possui graduação em Letras - Português/Inglês pela Universidade de São Paulo (1975), mestrado em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês pela Universidade de São Paulo (1985) e doutorado em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês pela Universidade de São Paulo (1989). Atualmente é professora titular da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Inglesa, atuando principalmente nos seguintes temas: estudos de cultura, Fredric Jameson, cultura e sociedade, Raymond Williams e teoria materialista. (Texto informado pelo autor)

 

Paula Regina Pereira Marcelino

Professora do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo (USP). Graduei-me em Ciências Sociais em 1999 pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e obtive os títulos de mestre em Sociologia (2002) e doutora em Ciências Sociais (2008) pela mesma instituição. Parte dos meus estudos de doutorado foi feita na École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris, França. Fiz três pós-doutoramentos: um em Sociologia na Universidade Federal da Bahia (UFBA) entre 2008 e 2009 (1 ano); um em Ciência Política na Unicamp, em 2010 (1 ano) e um terceiro também em Sociologia na École Normale Supérieure de Lyon entre 2012 e 2013 (2 meses). Trabalho com temas relacionados à situação e à ação dos trabalhadores: crise e recuperação do sindicalismo, classes sociais, reestruturação produtiva, neoliberalismo e precarização do trabalho. Publiquei, entre outros textos, os livros: A logística da precarização: terceirização do trabalho na Honda do Brasil, São Paulo: Expressão Popular, 2004 (com 1a reimpressão em 2009) e Trabalhadores terceirizados e luta sindical, Curitiba: Appris, 2013. Sou editora da Revista Crítica Marxista (São Paulo). (Fonte: Currículo Lattes)


Ricardo Musse

É professor associado no departamento de sociologia da Universidade de São Paulo. Livre-docente pela Universidade de São Paulo (2012), doutor em filosofia pela USP (1998) e mestre em filosofia pela UFRGS (1992). Tem experiência em pesquisas e docência nas áreas de sociologia e de filosofia, com ênfase em teoria sociológica, atuando principalmente nos temas: teoria crítica da sociedade, sociologia do marxismo, teoria social, sociologia e filosofia alemã. (Texto informado pelo autor)


Ruy Gomes Braga Neto

Ruy Gomes Braga Neto is an associate Professor at the Department of Sociology of the University of São Paulo (USP). Holding an undergraduate degree in Social Sciences (1994), a M.A in Sociology (1996) and a PhD in Social Sciences, all from the State University of Campinas (Unicamp), Prof. Braga was the Director of USP s Center for the Studies of Citizenship Rights (Cenedic) from 2007 and 2010 and the Writing Secretary of the magazine Outubro (periodical of the Institute of Socialistic Studies ) from 2000 and 2012. Deputy Editor of the magazine Societies Without Borders (dissemination agency of the Sociologists Without Borders association), Prof. Braga was the Vice-Chair of USP s Department of Sociology from 2005 and 2009 and is the President of the Human Resources General Commission of USP s Faculty of Philosophy, Literature and Human Sciences (FFLCH). Along with Marco Aurélio Santana, since 2007 Prof. Braga coordinates the Working Group of the Brazilian Sociology Society (SBS), Sindicato, trabalho e ações coletivas ( Union, work and collective actions ), besides being the coordinator, along with Armando Boito Júnior, of the Working Group of the National Association of Graduate Studies in Social Sciences (Anpocs), untitled Marxismo e Ciências Sociais ( Marxism and Social Sciences ) (2008-2009). Prof. Braga has published articles and essays in several specialized periodicals, such as: Social Forces, Work and Occupations, Revista Brasileira de Ciências Sociais, Sociedade e Estado, and Proteo (Rome), among others. He is the author of the book A nostalgia do fordismo: Modernização e crise na teoria da sociedade salarial (SP: Xamã, 2003), and the co-author of the books Por uma sociologia pública (with Michael Burawoy, Alameda, 2009) and Infoproletários (with Ricardo Antunes, Boitempo, 2009), among others. (Texto informado pelo autor)


Sergio Cardoso

Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1969), graduação em Filosofia Licenciatura pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira (1971), mestrado em Filosofia - Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales (1979) e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1990). Atualmente é professor doutor da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Ética e Filosofia Política, pesquisando principalmente sobre os seguintes temas: Ética e Política em Montaigne, filosofia política no Renascimento e tradição republicana. (Texto informado pelo autor)


Thais Regina Pavez

Professora Colaboradora do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (USP) e docente credenciada do programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da Universidade Estadual Paulista­, UNESP- Marília. Foi Professora Colaboradora do Departamento de Sociologia e Antropologia da mesma instituição (2016-2018). Possui doutorado (2015) e mestrado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo ­ USP (2006) e graduação em Administração Pública pela Universidad de Chile (2001). Foi pesquisadora do Centro de Estudos da Metrópole no Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEM/CEBRAP). Concentrou-se nesses anos de pesquisa junto ao Cem-Cebrap em projetos sobre pobreza, desigualdade social, violência, periferia urbana e políticas públicas, orientados a investigar as novas condições sociais e urbanas dos pobres e seus espaços de moradia. Em 2009, coordenou o estudo sobre a participação e mobilização dos atores na 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública, realizado com o Cem-Cebrap e em conjunto com a Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (SENASP/MJ). Desde 2013, participa do grupo de pesquisa ?Pensamento e Política no Brasil? (Cnpq), em que realiza estudos sobre intepretações das classes populares no pensamento político brasileiro e sobre o o agir político e eleitoral dos grupos subalternos. Estudou o fenômeno do lulismo na tese de doutorado e ministrou disciplinas sobre o assunto como professora visitante do Institut d'études politiques (SCIENCE PO, Lille): ?Sociedad y Política en el Brasil Contemporaneo? (2017) e ?El ciclo político del lulismo em Brasil: trayecto y crisis? (2018), e" Lulismo y elecciones en el pos- golpe parlamentar en Brasil" (2019). Atualmente desenvolve no pós-doutorado um estudo qualitativo sobre os distintos níveis ideológicos e o comportamento eleitoral do subproletariado nos estados do Ceará e de São Paulo. (Fonte: Currículo Lattes)

 

Vera da Silva Telles

Professora livre-docente do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo. Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1975), mestrado em Ciência Política (USP, 1984) e doutorado em Sociologia (USP, 1992). Pós-Doutorado na École de Hautes Etudes en Sciences Sociales - Paris, França (1999-2000). *** Pesquisador convidado (posto CNRS) nos quadros da Maison de Sciences de l'Homme Ange Guepin, Nantes, França (dezembro 2006-março 2007). Pesquisador convidado na Universidade de Toulouse Le Mirail, Departamento de Sociologia, LISST, 2010-2011. *** Como resultado de seis anos de pesquisa desenvolvida em parceria com o Institut de Recherche pour le Developpement (Acordo CNPq-IRD) publicou, em co-autoria com Robert Cabanes, "Nas tramas da cidade: trajetórias urbanas e seus territórios" (São Paulo: Humanitas, 2006). Livro mais recente: A cidade nas fronteiras do legal e ilegal. Belo Horizonte: Argvumentvm/Editora FinoTraço, 2010. *** Foi coordenadora da equipe brasileira de um programa de cooperação franco-brasileiro (Acordo Capes-Cofecub, 2007-2011), com o projeto "Trajetórias, circuitos e redes urbanas, nacionais e transnacionais e o seu impacto sobre a arquitetura institucional democrática",composto por pesquisadores da USP, da Unicamp e do Nucleo de Estudos da Violência, NEV e, pelo lado frances, do Centre Interdisciplinaire de Recherches Urbaines et Sociologiques (CIRUS-CERS, Université de Toulouse II) e do Centre d'Analyse et d'Intervention Sociologiques (CADIS-EHESS, Paris). A coordenação francesa está a cargo de Angelina Peralva (Toulouse II). *** Projeto atual de pesquisa: Ilegalismos e gestao (em disputa) da ordem, CNPq, 2012-2015 Home page: http://www.fflch.usp.br/sociologia/veratelles (Texto informado pelo autor)


Vladimir Pinheiro Safatle

Possui graduação em filosofia pela Universidade de São Paulo (1994), graduação em Comunicação social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (1994), mestrado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1997) e doutorado em Lieux et transformations de la philosophie - Université de Paris VIII (2002). Atualmente é Professor Livre Docente do departamento de filosofia da Universidade de São Paulo. Foi professor visitante das Universidades de Paris VII , Paris VIII, Toulouse e Louvain, além de responsável de seminário no Collège International de Philosophie (Paris). Desenvolve pesquisas nas áreas de: epistemologia da psicanálise e da psicologia, desdobramentos da tradição dialética hegeliana na filosofia do século XX e filosofia da música. É um dos coordenadores da International Society of Psychoanalysis and Philosophy. (Texto informado pelo autor)


Wolfgang Leo Maar

Professor Titular concursado na Universidade Federal de São Carlos (2004), onde leciona desde 1979. Estudou na Escola Politécnica - USP e fez Graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo, Mestrado e Doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1988). Pós-doutorado na Universität Kassel - Alemanha (1992; 2000-2001). Foi professor visitante na Unicamp (1996), na Universidade de São Paulo (1997-1999) e na PUC-SP (2012). Pesquisador Colaborador do Cenedic-USP. Experiência na área de Filosofia e Teoria Política, com ênfase em História da Filosofia Contemporânea, principalmente nos seguintes temas: Idealismo Alemão, Dialética, Marx e Marxismo, Teoria Crítica, Adorno, Habermas, Teorias Políticas Contemporâneas. Tradutor do alemão. (Fonte: Currículo Lattes) (Texto informado pelo autor).